Últimos Posts

segunda-feira, 22 de dezembro de 2008

Final de ano

Agradeço cada uma das visitas ao blog assim como aqueles que entram em contato.

Nestes últimos dias não está sendo fácil parar em frente ao computador com tempo para fazer uma boa análise de mercado, nem de continuarmos a Simulação que eu vinha fazendo nas últimas 2 semanas, mas em breve voltarei a postar.

Abração.

quarta-feira, 17 de dezembro de 2008

quarta-feira, 10 de dezembro de 2008

Carteira de Ações Simulada II

Hoje encerra a primeira semana do post Carteira de Ações Simulada, onde iniciei a simulação de dois investimentos distintos, um em ações da Petrobrás (PETR4) e outro em Caderneta de Poupança.

Antes de atualizar os valores da tabela vou deixar aqui um pouco mais de informação:

Poupança:
P: Como é feito o cálculo da poupança?
R: O governo estipula um valor base para o rendimento mensal da poupança, que hoje está em 0,5% a.m., a essa taxa acrescenta-se a TR (Taxa Referencial), que é mensal e varia a cada dia.

Poupando R$ 500,00 para cada investimento teremos o seguinte:

Ações:

Movimentação Financeira:
03/12/2008 - Depositado R$ 1.000,00
10/12/2008 - Depositado R$ 500,00

SiglaQuant.CompraData CompraVenda*TotalRentab.
PETR452R$ 18,6003/12/2008R$ 21,41R$ 1113,3215,11%
PETR424R$ 21,4110/12/2008R$ 21,41R$ 513,840,0%
Total76R$ 1627,168,48%



Saldo: R$ 3,62
Ações: R$ 1627,16

Total: R$ 1630,78

Aqui no caso das ações, vou cobrar a corretagem e os emolumentos apenas quando tivermos um mês completo.

*Caso a ação fosse vendida hoje.

Poupança:

PoupançaDepositadoData DepositoData AtualValor Atual
000.001-0R$ 1.000,0003/12/200810/12/2008R$ 1.001,16
000.001-0R$ 500,0010/12/200810/12/2008R$ 500,00
TotalR$ 1.501,16


Aqui na poupança estou transformando a taxa de 0,5% que é mensal em semanal, da algo como 0,116% por semana, mas no final de um mês vou colocar além da taxa mensal normal de 0,5% a TR.

Daqui a uma semana veremos como nossos investimentos irão se comportar.

Comentários sempre são bem-vindos.

quinta-feira, 4 de dezembro de 2008

Iniciando a Consciência Financeira

Quem está iniciando a vida profissional avista, com o primeiro salário, mares nunca antes navegados, e muitas vezes, enrosca no primeiro recife que encontra pelo caminho, ficando ali encalhado por anos sem ninguém aparecer para socorrer.

Nas escolas que estudei do ensino médio, entre particulares e públicas, nunca havia ouvido falar em como administrar uma renda, e isso é muito sério em nosso país. Nem mesmo nas universidades existe algum interesse em formar empreendedores, todos somos orientados a estudar para conseguir um bom emprego ou para passar no vestibular.

 Aí eu faço a seguinte pergunta: Por que não nos é ensinado gestão financeira?

Assim, poderíamos evitar uma série de problemas financeiros que, acredito, todos já devem ter passado pelo menos uma vez na vida. Assim, com a ambição de ser mais consciente com meus gastos resolvi, com o próprio esforço, me dedicar a aprender o que nem na escola e nem em casa aprendi direito.

 Há 2 anos consegui meu terceiro emprego, mas foi só a partir desse momento que precisei realmente aprender a “mexer” com dinheiro. Percebi entre um livro e outro, um blog e outro, um site e outro, que tudo gira em torno de um único verbo: POUPAR. “Mas como poupar se o salário não chega até o final do mês?”. É ai que entra a gestão financeira, onde, dependendo de cada realidade, irá definir quanto você poderá poupar. De ante mão já adianto uma conta bem simples: divida seu salário em 3 montes; um monte deve ser utilizado para os gastos com moradia; outro monte para gastos pessoais; e o terceiro monte você deve poupar. Fácil?

 Faça as suas contas, verifique se você consegue fazer essa divisão, se não conseguir provavelmente você está tentando ter um “status”, ou estilo de vida, que seu salário não comporta.

 Fico por aqui mas volto em breve. Comente!

quarta-feira, 3 de dezembro de 2008

Carteira de Ações Simulada


Hoje eu vou começar a fazer uma simulação de uma carteira de ações, que será atualizada ao longo dos posts. Paralelo a essa carteira vou simular também um investimento em poupança, para podermos analisar os dois modos extremos de investimento: ações, alto risco; poupança, risco praticamente zero.

Para iniciarmos nosso jogo, vamos investir tanto na poupança quanto em ações o valor de R$ 1.000,00 e a cada semana vamos investir mais R$ 500,00 (preferi escolher por semana para não ficar muito monótono nosso jogo), sempre atualizando os valores das ações e da poupança no período.

Na carteira de ações vamos começar comprando R$ 1.000,00 em ações preferenciais da Petrobrás (sigla PETR4), pegando a cotação do final do pregão do dia 02/12/2008 igual a R$ 18,60 por ação conseguiremos comprar 52 ações, somando R$ 967,20. Junto a isso pagaremos 0,035% de emolumentos, igual a R$ 0,34 mais R$ 15,00 de corretagem, totalizando R$ 982,54 e sobrando na conta da corretora R$ 17,46.

A poupança não necessita de todas essas contas, apenas depositaremos o valor de R$ 1.000,00.

Teremos, então, a seguinte situação:

Ações:
Sigla Quant. Compra Data Compra Venda Total Rentabilidade
PETR452R$ 18,6002/12/2008R$ 18,60R$ 967,200%


Saldo: R$ 17,46
Ações: R$ 967,20

Total: R$ 984,66

*Caso a ação fosse vendida hoje.

Poupança:
PoupançaDepositadoData InícioData AtualAtual
000.001-0R$ 1.000,0002/12/200802/12/2008R$ 1.000,00

Daqui a uma semana veremos como nossos investimentos irão se comportar.

Comentários sempre são bem-vindos.